O PERFIL DOS VISITANTES E TURISTAS DOS CENTROS DE INFORMAÇÃO DA ROTA DO ROMÂNICO

Autores

  • Joaquim Luís Costa

Palavras-chave:

Rota do Românico, Centros de informação turísticos, Turismo cultural, Perfil do turista

Resumo

Este artigo analisa o perfil dos visitantes e turistas dos centros de informação turísticos do projeto Rota do Românico para que se conheça, em particular, quem visita estes espaços informativos e a Rota do Românico, no geral. Os dados quantitativos que servem de base a este estudo demonstram que, desde 2013, os fluxos de entradas nos centros de informação estão a decrescer e que a maioria dos visitantes e turistas são locais e dos concelhos vizinhos ao projeto. Os turistas estrangeiros têm pouca expressão quantitativa. Concluiu-se que o impacto da Rota do Românico é ainda muito regional, sendo necessárias mais ações promocionais e de divulgação para captar novos visitantes e turistas, procurando ganhar uma outra projeção, acima da regional. Uma nova aposta nos centros de informação é recomendável para receber quem visita os monumentos do projeto e para divulgar o património românico e turístico da região.

Referências

De Lucca Filho, V. & Viera, A. (2005). Centros de informações turísticas: Revisão da literatura. UCS (pp.1-9). Consultado em 19 dezembro 2016. Disponível em https://www.ucs.br/site/midia/arquivos/gt7-centros-de-informacoes.pdf.

De Lucca Filho, V. (2003). Serviços em centros de informações turísticas (pp.1-5). Consultado em 19 dezembro 2016. Disponível em http://www.feg.unesp.br/~delamaro/quiosques/artigo_cit.doc.

Dolmen (1993) - Estatutos da Dolmen - Desenvolvimento Local e Regional, CRL. Marco de Canaveses: Dolmen. Consultado em 15 de março de 2017. Disponível em http://www.dolmen.co.pt/docs/AprEstatutosDolmen20160607.pdf.

Machado, R. & Magalhães, R. (2016). A humanidade do património histórico: A conservação e a salvaguarda na Rota do Românico. In XII Congresso Internacional sobre Patologia e Reabilitação de Estruturas, Atas (pp.1-9). Porto: FEUP.

Marujo, N., Serra, Jaime & Borges, M. R. (2013). Turismo cultural em cidades históricas: A cidade de Évora e as motivações do turista cultural. Revista de Investigación en Turismo y Desarrollo Local, 6 (14),1-10.

Morujão, M. R., & Fernandes, P. A. (2013). Guia juvenil. Lousada: Rota do Românico.

Pinheiro, D. (2015). O perfil do turista no destino Rota do Românico. Revista Turismo & Desenvolvimento, 24, 21-28.

Rota do Românico (2010-2016). Registos de entradas dos centros de informação: 2010-2016. Lousada: Rota do Românico. Arquivo.

Rota do Românico (2011). Rota do Românico. Lousada: Rota do Românico. Consultado em 20 dezembro de 2016. Disponível em http://www.rotadoromanico.com.

Salgado, M., Godinho, A., & Milheiro, E. (2012). Informação turística: DMC Turismo Serra da Estrela. Tourism & Management Studies, 8, 88-98. Consultado em 20 dezembro 2016. Disponível em http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S218284582012000100010.

Downloads

Publicado

2017-09-27

Como Citar

Costa, J. L. (2017). O PERFIL DOS VISITANTES E TURISTAS DOS CENTROS DE INFORMAÇÃO DA ROTA DO ROMÂNICO. Tourism and Hospitality International Journal, 9(1). Obtido de http://thijournal.isce.pt/index.php/THIJ/article/view/199