EXPERIÊNCIAS TURÍSTICAS MEMORÁVEIS

Autores

  • Valéria Garlet
  • Camila Pascotini Grellmann
  • Maria Julia Pegoraro Gai
  • Lucia Rejane da Rosa Gama Madruga

Palavras-chave:

Turismo, Experiência turística memorável

Resumo

Este estudo teve cunho quantitativo por meio do método survey. Foram aplicados 421 questionários com turistas avaliando as experiências turísticas memoráveis com base no modelo de Aroeira, Dantas e Gosling (2016), identificando: o país, o qual foi relacionado à experiência turística memorável escolhida como base para responder a pesquisa; o tipo de hospedagem utilizada durante a experiência turística memorável; o motivo da viagem; e o orçamento; no que se refere às percepções sobre a experiência turística memorável, os resultados indicaram que todas as dimensões - hedonismo, novidade, cultura local, conhecimento, renovação, significância e envolvimento - propostas por Kim (2009) foram relevantes. Porém, ainda assim houve diferenças e algumas contribuíram mais que outras para que a experiência se tornasse memorável. O que mais se destacou foi o hedonismo, seguido do conhecimento, envolvimento, novidade, renovação, cultura local e significância.

Referências

Aroeira, T., Dantas A. C. & Gosling, M. de S. (2016). Experiência turística memorável, percepção cognitiva, reputação e lealdade ao destino: Um modelo empírico. Revista Turismo – Visão e Ação, Balneário Camboriú, 18 (3), 584-610. Acedido a 19/03/2017. Retirado de http://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rtva/article/viewFile/ 9194/5106.

Beni, M. C. (2007). Análise estrutural do turismo (12ª ed.). São Paulo: Editora Senac.

Brasil, Ministério do Turismo. (2010) Tour da experiência: Cartilha completa. Brasília, DF. Acedido a 19/01/2017. Retirado de http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/public acoes/downloads_publicacoes/Cartilha_Metodologia_Projeto_Econo mia_Experiencia.pdf

Ferrell, O. C. & Hartline, M. D. (2009). Estratégia de marketing. São Paulo: Cengage Learning.

Kim, J. H. (2009). Development of a scale to measure memorable tourism experiences. 141 f. Tese de doutoramento. Indiana University. School of Health, Physical Education, and Recreation, Indiana, 2009. Aceido a 17/03/2017. Retirado de https://scholarworks.iu.edu/dspace/bitstream/handle/2022/8786/Kim_indiana_0093A_10479.pdf?sequ

Kim, J. H. Richie, J. B. & McCormick, B. (2010). Development of a scale to measure memorable tourism experiences. Journal of Travel Research, 51 (1),12-25.

Larrosa, J. (2002). Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Revista Brasileira de Educação, Campinas, 19, 20-28.

Lohmann, G., Panosso Netto, A. (2008). Teoria do turismo: Conceitos, modelos e sistemas. São Paulo: Alep.

Marcellino, N. C. (2002). Estudos do lazer: Uma introdução (3ª ed.). Campinas, SP: Autores Associados.

Norman, D. (2009). Memory is more important than actuality.Interactions Magazine, 16 (2), 24-26.

Downloads

Publicado

2019-07-27

Como Citar

Garlet, V., Grellmann, C. P., Gai, M. J. P., & Madruga, L. R. da R. G. (2019). EXPERIÊNCIAS TURÍSTICAS MEMORÁVEIS. Tourism and Hospitality International Journal, 12(2). Obtido de http://thijournal.isce.pt/index.php/THIJ/article/view/241

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)