Potencial turístico do património militar: Estudo de caso Peniche

Autores

  • Pedro Oliveira
  • Alexandra Lavaredas ISCE

Palavras-chave:

Turismo Militar, Património, Potencial turístico

Resumo

O Turismo Militar pode ser articulado com produtos existentes no mercado, aplicando o “conceito de criatividade” e beneficiando da ativação turística do património militar. Os recursos turísticos geram capacidade de motivar visita e fruição turística, sendo o potencial turístico fundamentalmente qualitativo e as infraestruturas gerais determinantes na relação entre atratividade cultural e visitantes. Nesta investigação e, em contexto do património turístico militar, efetuou-se um estudo de caso no município de Peniche, com vista à análise do potencial dos recursos militares existentes para ativação turística e a sua implicação na estratégica do turismo nacional.

Referências

Almeida, M. (2009). Matriz de avaliação do potencial turístico de localidades receptoras. Revista Turismo em Análise, 20(3), 541-561.

Coelho, J. et al. (2014). Carta Nacional de Turismo Militar - do Conceito à Operação - Proposta de Intervenção – IPT/Vila Nova da Barquinha/CINAMIL.

Coelho, J. (2012). Turismo militar como segmento do turismo cultural: Memória, acervos, expogra?as e fruição turística. Dissertação de Mestrado. IPT.

Comissão Europeia. (2010). “Europa 2020, Estratégia para um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo”. Comunicação da Comissão, Bruxelas.

Cunha, L. (2008). Avaliação do potencial turístico. Cogitur: Journal of Tourism Studies, 1.

Decreto-Lei n.º 191/2009 de 17 de agosto, Artigo 2.º, Conceitos gerais.

Dewald, V. (2017). Examining military heritage tourism as a niche tourism market in the South African context.

Fraga, N. (2000). Análise da perceção do turismo de guerra: Uma viagem à luz daqueles que o percorreram.

Furtado, A. (2011). Turismo Militar no Concelho de Peniche. Dissertação de Mestrado. ESHTE.

Iatu & Bulai (2011). New approach in evaluating tourism attractiveness in the region of Moldavia (Romania).

Palomeque & Martín (2006). Nuevos productos de turismo cultural: Castillos y fortalezas en Cataluña.

Pérez & Crispín (2005). Metodología para determinar el potencial de los recursos turísticos naturales en el estado de oaxaca, México.

Richards, G. (2009). Turismo cultural: Padres e implicaes.

Turismo de Portugal (2017). Estratégia Turismo 2027.

Turismo de Portugal (2020). Dinamizar Fortalezas - Fortalezas de Fronteira.

Downloads

Publicado

2021-05-27

Como Citar

Oliveira, P. ., & Lavaredas, A. . (2021). Potencial turístico do património militar: Estudo de caso Peniche . Tourism and Hospitality International Journal, 16(2), 49–58. Obtido de http://thijournal.isce.pt/index.php/THIJ/article/view/94