THIJ – Tourism and Hospitality International Journal ISSN: 2183-0800 Revista semestral gratuita de distribuição digital / Free biannual journal of digital distribution E-mail: thijournal@isce.pt | URL: www.isce-turismo.com THIJ - Tourism and Hospitality I

Autores

  • Pedro Ribeiro Mucharreira
  • Marina Godinho Antunes
  • Nuno Abranja

Palavras-chave:

Alojamento turístico, Hotelaria, Indicadores financeiros, Variáveis macroeconómicas, Endividamento

Resumo

O presente artigo pretende apresentar uma proposta de modelo de investigação que possa contribuir para o reforço da compreensão de como algumas variáveis relativas à atividade turística poderão influenciar o desempenho financeiro das empresas hoteleiras em Portugal. O estudo, ainda em desenvolvimento, pretende em concreto aferir os impactos no endividamento das empresas que atuam nesta área específica da atividade turística. O setor do turismo, e em particular a hotelaria, contribuem de forma expressiva para o desenvolvimento da Economia de Portugal, uma vez que apresentam um peso determinante na balança de pagamentos nacional. Este artigo pretende, desta forma, fornecer uma visão do impacto económico do alojamento turístico na economia em geral e no turismo em particular, nos anos mais recentes no nosso país, apresentando dados e contextos quantitativos e qualitativos que fundamentam o desenvolvimento e impacto na atividade turística. A nível metodológico, foram tidas em conta as informações financeiras de 275 empresas hoteleiras disponibilizadas na base de dados SABI (Sistema de Análisis de Balances Ibéricos). Posteriormente, o tratamento dos dados foi realizado através do software SPSS (Statistical Package for the Social Sciences), tendo em vista a resposta às hipóteses de investigação agora apresentadas.

Referências

Chen, M. (2010). The economy, tourism growth and corporate performance in the Taiwanese hotel industry. Tourism Management, 31, 665-675.

Deloitte. (2017) A arte do crescimento. Atlas da Hotelaria 2017 (12ª edição). Retirado de https://www2.deloitte.com/content/dam/Deloitte/pt/Documents/transportation-infrastructures-services/Atlas%20da%20Hotelaria%202017.pdf, acedido a 07/02/2018.

Farcnik, D., Kuscer, K., & Trobec, D. (2015). Indebtedness of the tourism sector in Mediterranean countries. Tourism Economics, 21(1), 141-157.

Holjevac, I. A. (2003). A vision of tourism and the hotel industry in the 21st century. Hospitality Management, 22, 129-134. doi: 10.1016/S0278-4319(03)00021-5.

INE (2017a). Conta Satélite do Turismo 2014-2016. Retirado de file:///C:/Users/Nuno%20Abranja/Downloads/07CST_2014-2016.pdf, acedido em 09/02/2018.

INE (2017b). Estatísticas do turismo – 2016. Retirado de file:///C:/Users/Nuno%20Abranja/Downloads/ET_2016a.pdf, acedido a 09/02/2018.

INE (2007). Classificação Portuguesa das Actividades Económicas – Rev.3. Retirado de https://www.ine.pt/ine_novidades/semin/cae/CAE_REV_3.pdf, acedido a 08/03/2018.

Lincoln, Y., & Guba, E. (2000). Paradigmatic controversies, contradictions, and emerging confluences. In N. K. Denzin & Y. S. Lincoln (Eds.), Handbook of qualitative research, (2nd Ed.). Thousand Oaks, CA: Sage.

Mucharreira, P. R. & Antunes, M. G. (2015). Os efeitos das variáveis macroeconómicas no desempenho das organizações: Evidência das pequenas e médias empresas em Portugal. Contabilidade & Gestão - Portuguese Journal of Accounting and Management – Revista Científica da Ordem dos Contabilistas Certificados, 17, 113-143.

Olorunniwo, F., Maxwell, K. Hsu & Udo G. (2006). Service quality, customer satisfaction, and behavioral intentions in the service factory. Journal of Services Marketing, 20, 59-72.

Pordata (2016). Base de dados de Portugal contemporâneo. Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos. Retirado de http://www.pordata.pt, acedido a 03/12/2016.

Sampieri, R. H., Collado, C. F. & Lucio, P. B. (2006). Metodologia de pesquisa. São Paulo: McGraw-Hill.

Tuominen, P. P., & Ascenção, M. P. (2016). The hotel of tomorrow: a service design approach. Journal of Vacation Marketing, 22(3), 279-292. doi: 10.1177/1356766716637102.

Turismo de Portugal (2018a). Análise regional | 2017. Retirado de http://travelbi.turismodeportugal.pt/pt-pt/Documents/An%C3%A1lises/Alojamento/analise-regional-2017.pdf, acedido em 07/03/2018.

Turismo de Portugal (2018b). Barómetro de conjuntura aos estabelecimentos hoteleiros | Inverno 2017/18. Retirado de http://travelbi.turismodeportugal.pt/pt-pt/Documents/An%C3%A1lises/Alojamento/barometrodeconjunturaestabelecimentoshoteleirosinverno201718.pdf, acedido em 07/03/2018.

Turismo de Portugal. (2016). Linha de apoio à qualificação da oferta 2016. Retirado de http://www.turismodeportugal.pt/Portugu%C3%AAs/turismodeportugal/newsletter/2016/Pages/LinhadeApoioaQualificacaodaOferta2016.aspx, acedido a 03/02/2016.

UNWTO (2017). Tourism highlights: 2017 edition. Retirado de https://www.e-unwto.org/doi/pdf/10.18111/9789284419029, acedido a 10/02/2018.

Yeoman, I., Hsu, C., Smith, K., & Watsons, S. (2010). Tourism and demography. Oxford, Goodfellow Publishers Limited.

Downloads

Publicado

2018-03-27

Como Citar

Mucharreira, P. R., Antunes, M. G., & Abranja, N. (2018). THIJ – Tourism and Hospitality International Journal ISSN: 2183-0800 Revista semestral gratuita de distribuição digital / Free biannual journal of digital distribution E-mail: thijournal@isce.pt | URL: www.isce-turismo.com THIJ - Tourism and Hospitality I. Tourism and Hospitality International Journal, 10(1). Obtido de https://thijournal.isce.pt/index.php/THIJ/article/view/222

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>