O impacto da pandemia na hotelaria em Portugal Continental em 2020: Medidas e estratégias

Autores

  • Ana Elisa Sousa Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
  • Veronika Joukes Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD)

Palavras-chave:

Estratégias, Gestão da crise, Hotelaria, Novas perspetivas, Portugal, Produto Turístico

Resumo

A pandemia da COVID-19 provocou uma crise sem precedentes no setor hoteleiro. Em Portugal, houve uma quebra de quase 70% nos proveitos totais na hotelaria durante o ano de 2020. A partir da realização de entrevistas semiestruturadas aos diretores e proprietários de 27 alojamentos turísticos de Portugal Continental dos produtos turísticos sol e mar, natureza e city break, são apresentadas as medidas e estratégias adotadas durante a pandemia, em 2020, nos estabelecimentos hoteleiros a nível financeiro, comunicação, instalações, promoções, recursos humanos, tecnologia e saúde e segurança. Esta investigação discute também quais as estratégias de recuperação e perspetivas futuras para o setor, indiciando boas práticas e novos caminhos para a hotelaria no seu todo.

Referências

Alves, J., Lok, T., Luo, Y. & Hao, W. (2020). Crisis management for small business during the COVID-19 outbreak: Survival, resilience and renewal strategies of firms in Macau. Frontiers of Business Research in China, 14(26). DOI: https://doi.org/10.21203/rs.3.rs-34541/v1.
Bagnera, S. M. & Stewart, E. (2020). Navigating hotel operations in times of COVID-19. Retirado de https://www.bu.edu/bhr/2020/03/25/navigating-hotel-operations-in-times-of-COVID-19/.
Connolly, C., Keil, R., Ali, S.H., (2020). Extended urbanisation and the spatialities of infectious disease: demographic change, infrastructure and governance. Urban Stud. ahead-of-print. DOI: https://doi.org/10.1177/0042098020910873.
Conselho de Ministros (2020). Resolução do Conselho de Ministros n.º 10-B/2020. Retirado de https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/130326108/details/maximized.
Conselho da União Europeia (2020). Recomendação do Conselho relativa à restrição temporária das viagens não indispensáveis para a UE e ao eventual levantamento de tal restrição. Retirado de https://data.consilium.europa.eu/doc/document/ST-9208-2020-INIT/pt/pdf.
Diário da República Eletrónico (2021). Decreto n.º 3-A/2021. Retirado de https://dre.pt/home/-/dre/153959843/details/maximized
Comissão Europeia (2020a). COVID-19: Restrições temporárias aplicáveis às viagens não indispensáveis para a EU. Retirado de https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/?uri=CELEX:52020DC0115.
Comissão Europeia (2020b). Para uma abordagem faseada e coordenada do restabelecimento da livre circulação e da supressão dos controlos nas fronteiras internas — COVID-19. Retirado de https://eur-lex.europa.eu/legal content/PT/TXT/?uri=CELEX:52020XC0515(05).
Comissão Europeia de Viagens (2020a). Monitoring for Domestic and Intra-European Travel – Wave, 1. Retirado de https://etc-corporate.org/reports/monitoring-sentiment-for-domestic-and-intra-european-travel-wave-1/.
Comissão Europeia de Viagens (2020b). Monitoring for domestic and intra-european travel – Wave, 2. Retirado de https://etc-corporate.org/reports/monitoring-sentiment-for-domestic-and-intra-european-travel-wave-2/.
Comissão Europeia de Viagens (2020c). Monitoring for domestic and intra-european travel – Wave, 3. Retirado de https://etc-corporate.org/reports/monitoring-sentiment-for-domestic-and-intra-european-travel-wave-3/.
Comissão Europeia de Viagens (2021). Monitoring for domestic and intra-european travel – Wave, 4. Retirado de https://etc-corporate.org/reports/monitoring-sentiment-for-domestic-and-intra-european-travel-wave-4/.
Gallen, S. (2020). The response of tourism businesses vis-à-vis the economic ramifications of SARS-CoV-2. Retirado de https://www.aiest.org/news/.
Hall, C. M. (2020). Biological invasion, biosecurity, tourism, and globalisation. In D. Timothy (Ed.), Handbook of globalisation and tourism. Edward Elgar, Cheltenham, UK, pp. 114–125. DOI: https://doi.org/10.1484/M.SA-EB.5.120004.
Hall, C.M., Scott, D., & Gossling, S. (2020). Pandemics, transformations and tourism: be careful what you wish for. Tour. Geogr. 1–22. DOI: https://doi.org/10.1146/annurev-chembioeng-101519-120354.
Hao, F, Xiao, Q. & Chon. K. (2020). COVID-19 and China’s hotel industry: Impacts, a disaster management framework, and post-pandemic agenda. International Journal of Hospitality Management, 90, 1-11. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijhm.2020.102636.
Huang, C. (2020). Coronavirus: For China, the economic pain has only just begun. Retirado de https://www.scmp.com/week-asia/opinion/article/3076175/coronavirus-china-economic-pain-has-only-just-begun.
INE (2020). Mercados externos impulsionaram atividade turística em dezembro. Resultados preliminares de 2019: hóspedes e dormidas em aceleração. Retirado de https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_destaques&DESTAQUESdest_boui=353908971&DESTAQUESmodo=2&xlang=pt.
INE (2021a). Em 2020 - Dormidas de não residentes: -74,9% e Dormidas de residentes: -35,4%. Retirado de https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_destaques&DESTAQUESdest_boui=415204526&DESTAQUESmodo=2.
INE (2021b). Síntese INE @ Covid 5 de março 2021. Retirado de https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_destaques&DESTAQUESdest_boui=485638425&DESTAQUESmodo=2&xlang=pt.
INE (2021c). Atividade Turística Estimativa Rápida dezembro de 2020. Instituto Nacional de Estatística. Retirado de https://ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_destaques&DESTAQUESdest_boui=461652684&DESTAQUESmodo=2&xlang=pt.
Lusa, Agência de Notícias de Portugal (2020). OMS pede à Europa medidas mais “audaciosas” para combater novo coronavirus. Retirado de https://expresso.pt/coronavirus/2020-03-17-OMS-pede-a-Europa-medidas-mais-audaciosas-para-combater-novo-coronavirus.
Pereira, M. J., & Freilão, M (2020). Governo estima queda de 50% a 60% da receita turística em 2020. Retirado de https://www.jn.pt/economia/governo-estima-queda-de-50-a-60-da-receita-turistica-em-2020-12869818.html.

Pinto (2021). Medidas anticovid já custaram mais de 4,8 mil milhões de euros e o valor continua a subir. Retirado de https://www.dinheirovivo.pt/economia/medidas-anticovid-ja-custaram-48-mil-milhoes-de-euros-e-o-valor-continua-a-subir-13448122.html.
Turismo de Portugal (2020). Selo "Clean & Safe" para Empreendimentos Turísticos. Retirado de http://business.turismodeportugal.pt/pt/Gerir/selo-clean-safe/Paginas/selo-clean-safe-empreendimentos-turisticos.aspx.
Turismo de Portugal (2021a). Programa Apoiar. Retirado de https://business.turismodeportugal.pt/pt/Investir/Financiamento/avisos-concursos/Paginas/aviso-apoiar-mais-simples.aspx.
Turismo de Portugal (2021b). Portugal é o primeiro país europeu distinguido com o selo “Safe Travels” do World Travel & Tourism Council. Retirado de http://www.turismodeportugal.pt/pt/Noticias/Paginas/portugal-primeiro-pais-europeu-distinguido-com-selo-safe-travels-do-wttc.aspx.
Varzim, T. (2021a). Turismo explica 75% da queda histórica do PIB em 2020. Retirado de https://eco.sapo.pt/2021/05/14/turismo-explica-75-da-queda-historica-do-pib-em-2020/.
Varzim, T. (2021b). Medidas Covid-19 custaram 4.591 milhões de euros ao Estado em 2020. Lay-off, SNS e suspensão de IRC destacam-se. Retirado de https://eco.sapo.pt/2021/01/27/medidas-covid-19-custaram-4-591-milhoes-de-euros-ao-estado-em-2020-lay-off-sns-e-suspensao-de-irc-destacam-se/.
Veiga, N. (2021). Covid-19. Fecho de fronteiras em 2020 causa mais de 92 milhões de euros de prejuízos no Alto Minho. Retirado de https://observador.pt/2021/02/27/covid-19-fecho-de-fronteiras-em-2020-causa-mais-de-92-milhoes-de-euros-de-prejuizos-no-alto-minho/.

Downloads

Publicado

2022-03-29

Como Citar

Sousa, A. E. ., & Joukes, V. . (2022). O impacto da pandemia na hotelaria em Portugal Continental em 2020: Medidas e estratégias. Tourism and Hospitality International Journal, 18(1), 116–138. Obtido de https://thijournal.isce.pt/index.php/THIJ/article/view/56